Escolhendo o melhor lápis para usar no desenho realista – Charles Laveso

E aí galera, tudo bem? Seja bem vindo a mais um episódio da série "Respondendo aos Inscritos" Desde já eu quero pedir que você deixe o seu like, se inscreva em nosso canal, e ative as notificações para ser avisado de novos vídeos que semanalmente a gente vem postando aqui Fica com a gente

Bom, nesse quadro, quem já acompanha nosso canal, sabe que toda semana a gente vem aqui com um episódio onde a gente escolhe o comentário que alguém deixou em algum dos nossos vídeos, e trazemos aqui como um assunto que possa ajudar àqueles que estão começando na arte do desenho, dúvidas, dicas práticas, enfim E hoje a gente escolheu a mensagem do Luizinho, "Dá pra fazer um desenho Realista usando apenas um lápis? Qual? O que mais me chamou a atenção aqui nesse comentário do Luiz, é esse "qual", porque falar que dá pra fazer um desenho realista usando apenas um lápis, eu já fiz até outros vídeos, dá sim, dá pra fazer, é claro, mas qual? É uma pergunta já mais direcionada, é uma pergunta que tem um objetivo mais real "Qual lápis usar?" É assim; Primeiramente a gente tem que entender como que cada lápis reage no papel que a gente está usando Se a gente estiver usando um papel mais poroso, vou dar alguns exemplos; Papel Canson, aquele Canson Escolar, da capa amarela, Papel Vergê, aquele que muitas vezes é usado em impressora para fazer cartões de visita Papel Mi-Teintes da Canson, são papeis porosos

Então, nesse tipo de papel, o lápis mais indicado para você usar seria um lápis de graduação mais dura O que eu digo de mais "dura"? Seria uma graduação H, HB, de repente, no máximo um lápis B Só que o lápis B você vai ter que trabalhar com ele bem apontado e na posição mais em pé, para conseguir trabalhar somente com esse lápis no desenho inteiro Por que? Quando a gente pega um papel mais poroso, o próprio nome já diz, poros, né, então, se ele é mais poroso, a granulação dele é mais saliente Então, o lápis, se for muito macio, o grafite não penetra nos poros do papel, ele só abrange a granulação mais alta, e assim o desenho fica com aquele aspecto rústico, aquele aspecto poroso, e aí não fica legal

Se você usar um lápis mais duro, o que ele faz? Ele vai achatar a granulação do papel e vai fazer com que os poros sejam alcançados pelo grafite, e assim você consegue uma suavidade mesmo em um papel mais poroso Se você trabalha com um lápis B, por exemplo, ele não é um lápis tão duro e também não é um lápis tão macio Se você trabalhar com esse lápis, o que vai acontecer, se trabalhar com ele mais deitado ele não vai penetrar nos poros do papel Se você trabalhar com ele mais em pé, ele vai penetrar nos poros do papel, dando também uma textura legal E é bacana com o B que você consegue alcançar uma tonalidade bem escura, e se você trabalhar com a mão leve você vai conseguir também uma tonalidade bem clara

Então seria um lápis que eu, particularmente, trabalharia legal, tanto em papeis porosos, como em papeis mais lisos No entanto, em papeis mais lisos você consegue trabalhar com lápis mais escuros Então se você for escolher apenas um lápis para fazer um desenho num papel por exemplo Lana Bristol, ou todos esses que tem o nome "Bristol", você vai ver que eles são mais lisos, Papel Canson Lavis Techinique, que também é um papel muito acetinado Então esses papeis acetinados, eles não tem os poros tão fundos porque a granulação dele não é alta Então, o que acontece, você consegue trabalhar com um lápis mais escuro, e mesmo assim você pode trabalhar com ele leve e ele não vai ficar com o aspecto poroso porque o próprio papel já é liso

Mas vale lembrar que é legal você trabalhar com um lápis na posição mais em pé, porque sempre que você inclina o lápis, você vai estar trabalhando com a lateral do grafite, e a lateral do grafite, por ser mais larga, (Oh, vamos imaginar o seguinte; você na escola Tem lá o quadro negro, a lousa, aí você chega lá no quadro negro e pega um giz Se você desenhar um quadrado e você pintar ele na mesma posição que segurou pra desenhar, você vai preencher todo o quadrado Se você pegar esse mesmo quadrado, e com o giz deitado for pintar trabalhando com a lateral dele, vai ficar todo porosa a textura, porque? é a textura exatamente da lousa, da parede ali Mesmo que ao olhar e passar a mão no quadro negro você percebe que ele é liso, ao toque de outro material que também tenha a face reta, essa face reta não vai penetrar na irregularidade dessa outra camada que é a lousa

Então assim dá esse aspecto poroso Isso então é só questão de entender Essa lógica se aplica também ao papel Então quando você tem um papel mais liso, se você trabalhar com um lápis deitado, ele vai ficar mais poroso, ainda que aos olhos ou ao toque das mãos o papel seja liso Mas em atrito com o lápis, ele não vai conseguir penetrar em algumas irregularidades daquela camada do papel, ok? Então, é legal você entender isso, se você trabalhar com um papel mais poroso você usa o lápis B, seria o mais escuro para você usar, mas eu indicaria você usar o HB, acho que o HB seria massa de conseguir trabalhar um desenho inteiro somente com ele

É claro que você trabalhando com um lápis só, você precisa ter muita habilidade e macetes para chegar num tom escuro sem saturar, e conseguir um tom claro sem granular, é preciso experiência No caso do papel liso você pode trabalhar do lápis B para cima, B, 2B, até 4B, uma lapiseira com grafite 05 seria legal para você fazer um desenho inteiro somente com ele Eu tenho um vídeo aqui no canal onde eu mostro um desenho que fiz somente com a lapiseira 05 com grafite 4B no papel Canson, e deu certo, por que? Porque eu esfumo

Se você for trabalhar sem esfumar, não dá pra você usar um papel granulado com uma graduação alta Agora, se você for esfumar com papel higiênico ou esfuminho, aí dá pra você brincar com uma graduação mais alta porque depois, na hora que você esfumar, passar o pincel, todo o grafite vai penetrar na granulação e poros do papel, ok? Parece um pouco confuso mas não é, é só você entender a lógica de como cada material reage, e isso funciona muito bem Aproveitando o final desse vídeo, quero pedir que você deixe o seu comentário, porque esses comentários é que nos ajudam a trazer novos assuntos e assuntos relevantes Quando a gente consegue trazer esse assunto de forma apenas teórica, como nesse vídeo, é mais fácil pra gente Agora quando o assunto é mais técnico, ou melhor, é mais prático, é difícil a gente falar, porque temos nosso Curso Virtual onde a gente mostra o passo a passo do desenho sendo feito, da técnica sendo desenvolvida, principalmente a compreensão que a gente tem do desenho, sendo compartilhada, e isso é o que faz toda a diferença no seu aprendizado

No vídeo do Youtube, a gente traz um conteúdo mais teórico, onde a gente explica de forma mais técnica, e quem já tem um pouco de conhecimento do desenho, consegue compreender e aplicar Mas o ideal mesmo para você se aprofundar no assunto é conhecer um pouco mais a respeito do nosso Curso para Iniciantes Se você quiser saber, clica no link que está na descrição desse vídeo e qualquer coisa a gente se vê lá dentro do portal de vídeo aulas Você clicando aqui vai abrir uma página onde tem um vídeo que eu explico todo o conteúdo do vídeo, explico todo o passo a passo que você vai aprender, a dinâmica, os exercícios, a proposta e todo resto que for necessário, ok? Um grande abraço e vejo você num próximo vídeo Valeu!

Escolhendo o melhor lápis para usar no desenho realista – Charles Laveso
5 (100%) 3 vote[s]